sábado, 21 de maio de 2011

Fractal


 Fractais (do latim fractus, fração, quebrado) são figuras da geometria não-Euclidiana.

O termo foi criado em 1975 por Benoît Mandelbrot, matemático francês nascido na Polônia, que descobriu a geometria fractal na década de 1970 do século XX, a partir do adjetivo latino fractus, do verbo frangere, que significa quebrar.

 Um fractal é uma forma geométrica que pode ser subdividida em partes menores, sendo que cada uma dessas partes é uma cópia reduzida da forma inteira.

Muitas estruturas matemáticas são fractais, e através delas consegue-se obter imagens irregulares e fragmentadas, muitas delas impressionantes por sua complexidade e
beleza.

Formas fractais também estão presentes na Natureza e podem ajudar a descrever muitos objetos do mundo real que não correspondem a formas geométricas simples, como nuvens, montanhas, costas litorâneas e a turbulência do ar.

Veja mais alguns exemplos de fractais abaixo e apreciem a beleza de cada imagem:







 Um brócolis como exemplo de um belo fractal natural.


Uma perturbação causada por alta tensão em um bloco de acrílico cria um fractal Agregação por difusão limitada (Figura Lichtenberg).


2 comentários:

  1. Foi a definição mais clara de fractal que encontrei na Internet.Parabéns e obrigada.Maria Shu

    ResponderExcluir