sábado, 23 de julho de 2011

Uma das maiores matemáticas do século - Amalie Emmy Noether

‘‘Der Noether ’’

Uma das maiores matemáticas deste século, a alemã Amalie Emmy Noether (1882-1935), realizou sua obra a duras penas. Embora tenha freqüentado o doutoramento na Universidade de Erlangen, na cidade de mesmo nome, nunca conseguiu matricular-se. E que na Alemanha, naquele tempo, o acesso de mulheres a universidade era proibido. Emmy não se deu por vencida. Começou a lecionar, mas sem salário e claro. Anos depois, em 1915 foi para a Universidade de Gottingen integrar uma equipe de físicos e matemáticos cuja missão de desmanchar as equações-recém criadas teoria da relatividade. Nem assim era paga por isso. Somente em 1923, depois de dez anos de trabalho de graça, é que ganhou seu primeiro salário. Então, ela já havia demonstrado o teorema de Noether pedra angular da Física moderna, pois associa as mudanças no espaço – rotação ou deslocamento em linha reta, por exemplo – as leis fundamentais, como a regra deque não se pode criar ou destruir a energia, apenas transformá-la. Esse extraordinário êxito profissional, entretanto, não apagaria as marcas da discriminação que sofrera. E por isso talvez, tenha-se descuidado muito da aparência: era gorda, de voz estrintente, e mal-arrumada. “Tanto, que um de seus amigos mais próximos, o matemático alemão Hermann Weyl confessou que, muitas vezes, ao referir-se a ela, esquecia o pronome feminino”, diz e empregava o masculino chamado-a de “der Noether”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário