segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Coisas de um cérebro matemático:


DEFINIÇÃO:
Segundo as mulheres, “MARIDO PERFEITO” é aquele que é atencioso; carinhoso; cuidadoso; fiel; põe a mesa; cozinha; lava a louça; ajuda na limpeza da casa; resolve os pequenos problemas de bricolagem caseira; troca as fraldas e dá banho ao puto; leva o puto à escola; vai buscar o puto á escola; tem uma vida profissional, social e financeira estável; é bem sucedido; levanta sempre o tampo da sanita e baixa-o depois; não deixa roupa espalhada pela casa; faz a cama; passa a roupa a ferro; corta a relva; vai pôr o lixo; vai fazer as compras de super-mercado; tem uma higiene pessoal cuidada e bom aspecto físico.
TEOREMA:
O “MARIDO PERFEITO” reduz a esposa a “OBJECTO SEXUAL”.
DEMONSTRAÇÃO:
Segundo a definição feminina de “marido perfeito” este é atencioso; carinhoso; cuidadoso; fiel [……] e tem bom aspecto físico.
Nessas circunstâncias, coloca-se uma questão:
– Porque razão é o sujeito casado?
A resposta é simples:
– Para fazer a única coisa que, na sua perfeição, não é capaz de fazer perfeitamente sozinho: SEXO…
COROLÁRIO:
As mulheres gostam de nós, não pelas nossas virtudes, mas pelos nossos defeitos.
DEMONSTRAÇÃO:
Propõe-se ao leitor como exercício.
OBSERVAÇÃO:
Não procuramos parceiros perfeitos nem iguais a nós.
Procuramos antes alguém com defeitos complementares aos nossos. Por isso, aprendam a apreciar os defeitos dos outros pois são eles que vos tornam atraentes…


Fonte: http://kaixismo.wordpress.com/2006/02/22/mensagem-matematica-2/

Nenhum comentário:

Postar um comentário