sexta-feira, 9 de março de 2012

Versos matemáticos

Um, dois, três e quatro
Vou num avião a jato
Cinco, seis, sete e oito
Dei um tiro no biscoito

Nove, dez, onze e doze
Vi a hiena a fazer pose
Treze, catorze, quinze e dezesseis
Descobri um bicharoco
Chamado papa-papeis
 
Dezessete, dezoito, dezenove, vinte
Com mais um são vinte um
Vim um senhor desastrado
Que caiu! Ai! Catrapum!
 
Mas que grande confusão
Já me estou a irritar
E para acabar com isto
Vou já parar de rimar
 
 
Fonte: http://matheusmathica.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário