domingo, 26 de agosto de 2012

Como funcionam os caça-níqueis


Introdução




Originalmente, os cassinos instalaram as máquinas caça-níqueis como uma diversão para jogadores casuais. Diferente dos tradicionais jogos de mesa (como blackjack ou dados), os caça-níqueis não requerem nenhum conhecimento de jogo e qualquer um pode jogar com uma pequena aposta.
A idéia provou ser um sucesso monstruoso - os caça-níqueis no final das contas saíram de um lugar secundário para se tornarem o jogo mais popular e lucrativo, faturando mais de 60% dos lucros anuais dos jogos nos Estados Unidos. No Brasil, esta prática é proibida por lei.

Imagem cedida por Image After
A tecnologia dos caça-níqueis também mudou muito com os anos. Os projetos clássicos de metal foram quase todos trocados por máquinas controladas por computador. Mas o jogo se manteve o mesmo. O jogador puxa uma alavanca para girar uma série de bobinas (geralmente três) que têm figuras impressas nelas. Ganhar ou perder é determinado por quais figuras se alinham com a linha de pagamento, uma linha no meio do vidro por onde se olha. Se cada bobina mostra a mesma figura vencedora na linha de pagamento, você ganha. Certas imagens sozinhas, de vez em quando, também são vencedoras. O quanto você ganha (prêmio) depende de quais figuras apareceram na linha de pagamento.
Neste artigo, descobriremos o que coloca as bobinas em movimento nas modernas máquinas caça-níqueis como nos antigos modelos mecânicos. Também veremos o que determina as chances de ganhar e daremos uma olhada em variações populares do jogo tradicional.
O projeto clássico do caça-níquel funciona com uma configuração elaborada de engrenagens e alavancas. O elemento central é um cabo de metal, que apóia as bobinas. Esse cabo é conectado a um mecanismo de alavanca que movimenta as peças. Um sistema de freio faz com que as bobinas parem de girar e sensores comunicam a posição das bobinas ao sistema que paga. Um detector de moedas inicialmente registra que uma moeda foi inserida e destrava um freio para que a alavanca possa se mover.
Existem diversas maneiras de arrumar esses elementos e, ao longo dos anos, os fabricantes já tentaram várias abordagens. 
Esse projeto inclui três bobinas montadas em um cabo central. O cabo central apóia três discos dentados, que são conectados com as três bobinas. Um segundo cabo abaixo do central apóia um chutador, uma peça de metal incluindo três batedores. Os batedores do chutador são alinhados para que possam empurrar contra os dentes nos três discos. O segundo disco também apóia uma série de dentes conectados travadores, que se travam nos dentes dos discos.
O chutador e as travas são ambos conectados a molas, que os seguram em uma posição de espera. O chutador é mantido em um lugar atrás dos discos, enquanto que as travas são mantidas contra os discos, trancando-os no lugar.
Aqui está o que acontece quando um jogador puxa a alavanca:
  • a alavanca gira um mecanismo de gancho, que agarra o chutador, puxando-o para frente (na direção do jogador);

  • um pegador na parte oposta do chutador agarra uma excêntrico de controle e o coloca sobre o eixo e para a frente. Isso gira uma série de engrenagens conectadas ao excêntrico de controle. Uma mola puxa o excêntrico para sua posição original, mas o conjunto da engrenagem diminui a velocidade consideravelmente - as engrenagens agem como um atraso mecânico;

  • quando o excêntrico de controle é colocado sobre o eixo para frente, ele libera uma chapa de excêntrico sobre molas, que se estende pela parte de trás da máquina;

  • o excêntrico de controle também puxa as travas para longe dos discos dentados. Conforme o chutador continua se movendo, ele empurra as travas contra diversos pegadores na chapa de excêntrico. Isso prende as travas no lugar, para que os discos e as bobinas possam girar livremente;

  • enquanto a alavanca continua a mover o chutador, os batedores empurram os discos brevemente para frente. Quando a alavanca é puxada toda para trás e o chutador passou pelos discos, o fundo do mecanismo de gancho vai para cima de encontro com uma superfície inclinada. A inclinação coloca o gancho sobre o eixo para frente, o que faz com que o chutador seja solto;

  • a mola do chutador o impulsiona para trás em grande velocidade. Os batedores do chutador batem nos dentes dos discos, girando as bobinas rapidamente;

  • enquanto tudo isso está acontecendo, o excêntrico de controle está vagarosamente retornando para sua posição original. Ao voltar, empurra a chapa de excêntrico de volta, o que solta as travas. Pegadores diferentes se segurando em travas diferentes são posicionados para que a chapa de excêntrico solte as travas uma de cada vez. Cada trava se solta para frente e se tranca em um dente, mantendo a bobina na posição.
Do ponto de vista do jogador, a coisa acontece assim: ele puxa a alavanca, em seguida escuta uma pancada e as três bobinas começam a girar. As três bobinas param abruptamente, uma de cada vez, seguidas pelo pagamento (se necessário). O fato de pararem uma de cada vez cria o suspense. Se a primeira bobina pára no símbolo do grande prêmio, você tem que esperar a próxima bobina parar para ver se vai cair no grande prêmio e finalmente, a terceira. Se as três mostrarem o símbolo certo, o jogador vence.
Máquinas caça-níqueis mecânicas convencionais eventualmente deram lugar às máquinas elétricas, que funcionavam com princípios similares. Em uma máquina elétrica, as bobinas são giradas por motores e as travas são ativadas por solenóides, mas o jogo funciona basicamente do mesmo jeito. Máquinas elétricas têm um sistema mais sofisticado de lidar com o dinheiro, como os que podem ser encontrados em uma máquina de venda automática, com luzes brilhantes e efeitos sonoros.
Em ambos os sistemas, uma vez que as bobinas pararam, os caça-níqueis têm que verificar se o jogador ganhou ou perdeu. 

Sistema de pagamento

Existem dúzias de sistemas de pagamentos diferentes usados nas máquinas caça-níquel. Em um dos projetos mais simplificados, o grande prêmio é detectado medindo-se a profundidade dos dentes nos discos que controlam as bobinas. Para simplificar, explicaremos de forma básica o funcionamento do sistema de pagamento dos caça-níqueis. A máquina só aceita um tipo de moeda e só há uma combinação de imagens vencedora.

Quando você coloca uma moeda nessa máquina, ela cai em uma caixa transparente. O fundo da caixa é um obturador que se move e possui uma conexão de metal. Normalmente, a conexão mantém o obturador fechado. Mas quando a máquina acerta o grande prêmio, a terceira trava movimenta a conexão, abrindo o obturador para que as moedas caiam da máquina.
Cada um dos três discos tem dentes para cada posição de parada da bobina. O dente da posição do grande prêmio é mais fundo do que nas outras posições. Conseqüentemente, quando a primeira bobina pára no grande prêmio, a primeira trava se move mais para a esquerda do que se moveria por qualquer outra trava. Se a segunda bobina pára também no grande prêmio, a segunda trava se move mais para a esquerda. O mesmo ocorre com a terceira bobina e trava.
Mas se somente a segunda bobina parar no grande prêmio, a segunda trava não vai percorrer todo o caminho até o dente. A primeira trava tem um sistema que impede a segunda trava de passar. A segunda trava, em movimento, tem um sistema que segura a terceira trava. Para que a terceira trava pare no dente do grande prêmio, a primeira e segunda bobinas precisam parar na imagem do grande prêmio. Quando isso acontece, o obturador se abre para despejar todas as moedas que foram jogadas desde o último grande prêmio.
Normalmente, os caça-níqueis têm versões mais elaboradas desse projeto, que pagam parcialmente em certas combinações de imagens e que pagam integralmente na combinação do grande prêmio.
Em outro sistema popular usado em algumas máquinas caça-níqueis elétricas, os discos têm uma série de contatos de metal ligados a eles. Quando a bobina pára, um dos contatos junta um contato fixo ligado a uma placa de circuito. Desse modo, cada parada de cada bobina vai desligar um interruptor diferente no sistema elétrico. Certas combinações de interruptores desligados (vencedores do grande prêmio) vão configurar o circuito elétrico da máquina para operar o mecanismo de pagamento.
Um sistema mais avançado usa células fotoelétricas (em inglês), também conhecidas como fotodiodos, dispositivos que geram uma corrente quando expostos à luz, para detectar a posição. Nesse sistema, uma série de furos são feitos através dos discos rotatórios, por toda a volta do seu limite externo. O fotodiodo é posicionado em um dos lados do disco e uma fonte de luz é posicionada no outro lado. Conforme o disco gira, a luz brilha no fotodiodo, através dos furos. O padrão de furos em um disco faz com que o fotodiodo gere um padrão similar de pulsos elétricos. Baseado nesse padrão, um circuito eletrônico pode determinar a posição da bobina.
A maioria dos caça-níqueis modernos são feitos para parecerem e causarem a mesma sensação que os velhos modelos mecânicos, mas funcionam com um princípio completamente diferente. O resultado de cada puxada é, na verdade, controlado por um computador central dentro da máquina, não pelo movimento das bobinas.
Esse computador usa motores de passo para girar cada bobina e pará-la em um ponto pré-determinado. Motores de passo são controlados por pulsações digitais de eletricidade controladas pelo computador, ao invés da corrente elétrica flutuante que controla um motor elétrico comum. Essas pulsações modificam a rotação do motor (ou passo) com grande precisão.
Mas mesmo que o computador diga às bobinas onde parar, os jogos não são pré-programados para pagar em um tempo certo. Um gerador aleatório de número no coração do computador, certifica-se de que cada puxada tem uma chance igual de acertar o grande prêmio.
Quando o caça-níquel é ligado, o gerador aleatório de números emite números inteiros, geralmente entre 1 e vários bilhões, centenas de vezes por segundo. No instante que você puxa a alavanca ou aperta o botão, o computador grava os próximos números do gerador. Ele então fornece esses números a um programa simples para determinar onde as bobinas deverão parar.
Eis como o processo todo funciona em uma máquina de três bobinas:
  • você puxa a alavanca e o computador grava os próximos três números do gerador aleatório de números. O primeiro número é usado para determinar a posição da primeira bobina, o segundo número é usado para a segunda bobina e o terceiro número é usado para a terceira bobina. Neste exemplo, digamos que o primeiro número é 123.456.789;
  • para determinar a posição da primeira bobina, o computador divide o primeiro número aleatório por um valor fixo. Normalmente, os caça-níqueis dividem por 32, 64, 128, 256 ou 512. Digamos aqui que o computador divida por 64;
  • quando o computador divide o número aleatório pelo valor fixo, ele grava um lembrete do quociente. Ele acha que 123.456.789 dividido por 64 dá um total de 1.929.012 com 21 de resto;
  • obviamente, o resto não pode ser maior que 64 ou menor que 0, então só existem 64 resultados possíveis para esse cálculo. Os 64 valores possíveis funcionam como paradas em uma grande bobina virtual;
  • cada uma das 64 paradas na bobina virtual corresponde a uma das 22 paradas na bobina real. O computador consulta uma tabela que diz a que distância mover a bobina real para um valor particular na bobina virtual. Uma vez que existem mais paradas virtuais do que reais, algumas das paradas reais serão ligadas a mais de uma parada virtual.
Sistemas de computadores deixaram os caça-níqueis muito mais adaptáveis. Os jogadores podem agora, por exemplo, apostar dinheiro diretamente de uma conta de crédito, ao invés de colocar moedas a cada puxada. Eles também podem ter controle sobre as vitórias e derrotas mais facilmente, assim como os cassinos. A operação é mais simples nas máquinas modernas; se quiserem, os jogadores podem simplesmente apertar um botão para jogar, ao invés de puxar a alavanca.
Uma das principais vantagens do sistema de computador para os fabricantes das máquinas é que eles podem facilmente configurar com que freqüência a máquina paga (o quanto é fácil ou difícil). 

As chances de ganhar

Nos caça-níqueis modernos, as chances de acertar um símbolo ou combinação de símbolos, depende de como a bobina virtual está montada. Como vimos na última seção, cada parada na bobina real pode corresponder a mais de uma parada na bobina virtual. De maneira simples, as chances de acertar uma imagem em particular na bobina real, depende de quantas paradas virtuais correspondem à parada real.
Em uma máquina caça-níquel sobrecarregada, a maior parada do grande prêmio (com a imagem que paga o maior valor) para cada bobina corresponde a apenas uma parada virtual. Isso significa que a chance de acertar o grande prêmio em uma bobina é de 1 em 64. Se todas as bobinas estão montadas da mesma maneira, as chances de acertar o grande prêmio nas três bobinas é de 1 em 643 ou 262.144. Para máquinas com um grande prêmio maior, a bobina virtual pode ter mais paradas. Isso diminui consideravelmente as chances de ganhar o grande prêmio.
As paradas em branco perdidas acima e abaixo das imagens do grande prêmio podem corresponder a mais paradas virtuais do que outras imagens. Conseqüentemente, é mais provável que um jogador acerte as paradas em branco próximas às paradas vencedoras. Isso cria a impressão que eles "erraram" o grande prêmio, o que os encoraja a continuar apostando, ainda que a proximidade da parada real seja sem importância.
O programa de uma máquina é cuidadosamente projetado e testado para atingir um certo percentual de pagamento. O percentual de pagamento é o percentual do dinheiro que é colocado e eventualmente pago ao jogador. Com um percentual de pagamento de 90%, por exemplo, o cassino levaria cerca de 10% de todo o dinheiro colocado no caça-níquel e pagaria 90%. Com qualquer percentual de pagamento abaixo de 100% (e são todos abaixo disso), o cassino ganha muito.
Na maioria das jurisdições onde apostas são permitidas, a lei requer que os percentuais de pagamento sejam acima de um certo nível (geralmente algo próximo a 75%). O percentual de pagamento na maioria das máquinas de cassinos é muito maior que o mínimo - geralmente entre 90 e 97%. Os cassinos não querem suas máquinas mais controladas do que as dos concorrentes ou os jogadores vão apostar em outro lugar.
As chances de cada caça-níquel são colocadas no programa do chip de computador da máquina. Na maioria dos casos, o cassino não consegue mudar as chances da máquina sem trocar o chip. Apesar da opinião do público, não há como um cassino "controlar" a máquina instantaneamente.
As máquinas também não se reprogramam sozinhas. Isto é, é mais provável que elas paguem para quem joga mais tempo. Uma vez que o computador sempre pega números aleatórios, você tem exatamente a mesma chance de acertar o grande prêmio cada vez que puxa a alavanca. A idéia da máquina estar "programada para pagar" está na cabeça do jogador, pelo menos no sistema padrão.
Quando você aposta nos caça-níqueis em um cassino, terá dúzias de opções de jogo. Eles têm, por exemplo, números variados de bobinas, muitas com múltiplas linhas de pagamento.
A maioria das máquinas com múltiplas linhas de pagamento deixam que o jogador escolha de que maneira quer jogar. Com a aposta mínima, apenas uma única linha girando pela bobina conta. Se o jogador colocar mais dinheiro, pode jogar as linhas horizontais acima e abaixo da linha de pagamento ou as linhas diagonais que correm pelas bobinas.
Para máquinas com opções de apostas diversas, tendo várias linhas de pagamento ou não, os jogadores serão merecedores do grande prêmio somente quando fizerem a aposta máxima. Por essa razão, especialistas em jogo sugerem que os jogadores sempre apostem o máximo.
Existem diversos esquemas de pagamento diferentes nos caça-níqueis modernos. Um caça-níquel padrão flat top ou straight slot, possui um valor de pagamento que nunca muda. O pagamento do grande prêmio em uma máquina progressiva, por outro lado, aumenta constantemente conforme o jogador coloca mais dinheiro, até que alguém ganhe tudo e o grande prêmio seja remarcado para um valor inicial. Em uma montagem progressiva comum, várias máquinas estão ligadas a um sistema de computador. O dinheiro colocado em cada máquina contribui para o grande prêmio central. Em alguns jogos progressivos gigantes, as máquinas estão interligadas em diferentes cassinos por toda a cidade ou até no estado.
Algumas variações de caça-níqueis são simplesmente estéticas. Os caça-níqueis com vídeo funcionam do mesmo jeito que a máquinas normais, mas possuem uma imagem de vídeo ao invés das bobinas que giram. Quando esses jogos surgiram, os jogadores ficaram muito desconfiados; sem as bobinas giratórias, parecia que os jogos eram enganosos. Ainda que bobinas e alavancas nas máquinas modernas sejam completamente irrelevantes para o resultado do jogo, os fabricante geralmente as incluem só para dar aos jogadores a ilusão de controle.
Essas são apenas algumas das variações das máquinas. Fabricantes de jogos continuam desenvolvendo novos tipos de máquinas com alterações interessantes do jogo clássico. Muitas dessas variações são feitas sobre temas particulares. Existem novas máquinas baseadas em programas de televisão, pôquer, dados e corridas de cavalos, por exemplo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário