sexta-feira, 23 de maio de 2014

Ex-sanduicheiro do Subway impressiona com descoberta matemática

193307480-29111618
Um completo desconhecido no mundo da matemática fez uma descoberta revolucionária que ajudará a entender melhor os números.
Basicamente, um cara que uma vez se esforçou para encontrar um emprego e teve que trabalhar na rede fast food Subway está ajudando gênios matemáticos a entenderem a conjectura dos números primos gêmeos, um dos problemas mais antigos da matemática.
Yitang Zhang, o misterioso cara por trás da descoberta, não é um “zé ninguém”. Ele obteve doutorado em 1992 pela Universidade de Purdue e agora é professor da Universidade de New Hampshire. Mas antes de seu relatório ser publicado, ele era um completo desconhecido na área. Depois que ele conseguiu seu doutorado, passou muitos anos como contador e trabalhou no Subway porque não conseguia arrumar um emprego acadêmico.
Andrew Granville, um teórico dos números, disse: “Basicamente, ninguém o conhece. Agora, de repente, ele tem se mostrado um dos grandes nomes da história da teoria dos números”.
O que Zhang fez é impressionante porque muitos teóricos matemáticos pensavam que o problema dos números primos gêmeos era algo que ninguém nunca iria resolver.
Zhang apresentou seu estudo a uma grande revista científica, “Annals of Mathematics”, e, quando os editores analisaram o artigo, perceberam que ele era um gênio. Disseram ainda que Zhang provou “um teorema marco na distribuição dos números primos”. Segundo a Fundação Simons, a explicação de Zhang possui uma clareza cristalina e um controle total da situação atual do tema, e seu trabalho é, evidentemente, um trabalho sério.[Gizmodo]
Como disse o Cesar Grossmann:
Números primos gêmeos (ou números gêmeos primos) são números primos em que a diferença entre eles é 2. Por exemplo, 3 e 5, 5 e 7, 11 e 13. A conjectura sobre eles diz que existem infinitos pares de números gêmeos (p, p+2) que são gêmeos primos.

Fonte: http://hypescience.com/ex-funcionario-do-subway-faz-descoberta-inovadora-na-matematica/

Nenhum comentário:

Postar um comentário